Páginas

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Doutrinação de Esquerda

Depois de uma série de derrotas no intento de implantar, pelas armas, um regime comunista de governo no País (antes ao modelo fascista – combatido até pela UNE - e, ao depois, ao espelho das “santas democracias” comunistas russa e chinesa, sem se esquecer da cubana), depois de anistiados por suas barbáries, praticadas ao longo do último anseio comunista, com financiamento e treinamento dos “santos” guerrilheiros, pelos “exemplares” governos chinês e cubano, depois de ascenderem ao governo, por conta de um apagão nacional, e nele permanecerem, depois de criarem Pindorama, o paraíso da bandidagem e da roubalheira, depois de assaltarem a sociedade concedendo-se vergonhosa e afrontosa “bolsa guerrilheira”, depois de tentarem, pelo MEC, alterar a história nos livros escolares, com apologia demagógica ao governo do que sai,  depois de celebrarem 50 anos de revolução cubana em solo brasileiro, desrepeitando aos nacionais, depois da humilhação do País pela Organização dos Estafetas Associados, entre tantas outras, a vingança da esquerda retrógrada finalmente parece se consumar com a distribuição, a 7,2 milhões de estudantes, de um CD-Rom intitulado “Direito à memória e à verdade”; autores do “projeto”, Fernando Haddad e Paulo Vannuchi: o poder não mais pelas armas, mas, pela doutrinação (matéria ao lado, O Globo de ontem, pág 04).

Sabendo-se a origem do “projeto”, não é muito difícil concluir o “direcionismo” da doutrina; pobre País.

Assim sendo, necessário se faz resgatar a história - vamos lá para trás, década de 30, por exemplo -, e contá-la como realmente aconteceu, enriquecendo-a com imagens dos abomináveis atos praticados pelos guerrilheiros auto acunhados de “patriotas” e com as imagens e filmes dos atos praticados pelos governos nos quais se espelharam, cujos ensinamentos, pelas armas, queriam por em prática no País, distribuindo o material para o mesmo número de estudantes, ou até maior, para que tenham, realmente, conhecimento da memória e da verdade, e tirem, daí,  as suas conclusões.

E, na balada, jogando-se para as calendas a malsinada prescrição de apuração dos fatos, deve ser revogada a Lei da Anistia, processados e condenados por seus crimes, tais “patriotas”, além de recuperadas, para a sociedade, as milionárias indenizações auto concedidas, não se esquecendo, evidentemente, dos crimes recentes no conhecido “projeto de governo”.

Com isso, pensamos, a imagem do País, já humilhado, pode ser resgatada. Do contrário, sua bandeira, como já visualizamos, poderá, com a mudança de suas cores, trazer os dizeres de “Corrupção e Vergonha”, no lugar de “Ordem e Progresso”.

Independentemente de quem para quem qualquer governo é indiferente, o avanço retrógrado deve ser combatido.

JabaNews


2 comentários:

  1. OLÁ JABA.

    BELÍSSIMA MATÉRIA. PARABÉNS E QUE O NOVO ANO TRAGA MUIIITA SAÚDE E PROSPERIDADE PRA VC E FAMÍLIA. APROVEITO PARA INFORMAR QUE REPRODUZIREI ESSA MATÉRIA NO MEU BLOG.

    ABS DO BETO.

    ResponderExcluir
  2. caro beto,
    chegamos agora de uma pausa de fim de ano, encontrando o seu comentário aguardando publicação, o qual agradecemos do fundo d'alma.
    em verdade, esperamos que a sociedade combata esse grande mal, fruto incrustado de mentes criminosas e doentias.
    desejamos também a você e sua família, um ano novo com muita sáude, paz e prosperidade.
    abs.
    jabanews

    ResponderExcluir