Páginas

domingo, 19 de dezembro de 2010

O ano ainda não acabou

O ano ainda não acabou, ainda há espaço para adicionar ao legado do que sai, com o apoio dos congressanalhas, a demagogia de se destinar R$ 44,6 milhões à União Nacional dos Estudantes (fundada em 1937), a título de indenização por alegada invasão, saque e incêndio da sede pelo regime de 64, com o lançamento da respectiva pedra fundamental, amanhã, dia 20, com a presença do chefe dos tramoios.

Fotos históricas da União Nacional dos Estudantes, mostram o engajamento da entidade na luta contra o avanço das idéias  nazi-facistas no País, ao ensejo da II Guerra Mundial, de que é exemplo a que se segue:




Não durou muito, esse ideal se transformou no apoio de outros intentos condenados à época pela sociedade, daí a sua perfeita integração e ligação com o partido dos tramoios e outros também e igualmente não cotados, originários das simpatias com os regimes cubano, russo e chinês, mas que ascenderam ao poder, por apagão da consciência nacional.

E essa ligação, traz hoje o seu benefício, e tome mais R$ 20milhões de gastos com a despedida do cacique tramoiense, e nada se fala sobre o caso Erenice, já na segunda prorrogação investigativa; o presente natalino da sociedade se anuncia, o famoso peru de festa: escárnio, deboche, vergonha, imoralidade ou qualquer outra adjetivação que se queira dar.

JabaNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário