Páginas

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Não precisa dizer mais nada

Por ESPN.com.br, espn.com.br, Atualizado: 16/6/2011

Orçamento da Copa será mantido em sigilo, diz texto de última hora da MP aprovada na Câmara

De acordo com a nova ministra das Relações Institucionais, a ex-senadora Ideli Salvatti (PT-SC), a Constituição do país prevê a possibilidade de sigilo 'quando há interesse do Estado e da sociedade'
Orçamento da Copa será mantido em sigilo, diz texto de última hora da MP aprovada na Câmara
Maracanã, palco da final da Copa de 2014: obras já desconfiguraram o estádio
No texto básico aprovado na última noite pela Câmara dos Deputados da Medida Provisória (MP) 527, que cria o Regima Diferenciado de Contratações (RDC) específico para as obras para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, no Rio, o governo conseguiu incluir, de última hora, a manutenção do sigilo do orçamento dos dois eventos.

Segundo reportagem de capa da edição desta quinta-feira do jornal Folha de S.Paulo, com a alteração, não será possível saber se a obra foi contratada acima ou abaixo do valor previsto inicialmente. Apenas órgãos de controle, como tribunais de contas, poderão receber os dados, quando o governo quiser, mas sem poder divulgá-los publicamente.

A versão inicial do texto da MP determinava que os valores pudessem ser disponibilizados aos tribunais a qualquer momento e não proibia sua divulgação pública. A versão do governo para justificar a mudança de última hora no texto aprovado pelo Congresso é de que, se tornados públicos, os orçamentos podem estimular fraudes.

De acordo com a nova ministra das Relações Institucionais, a ex-senadora Ideli Salvatti (PT-SC), a Constituição do país prevê a possibilidade de sigilo "quando há interesse do Estado e da sociedade", o que, na visão do governo, seria o caso atual.

O texto final da MP ainda pode ser modificado por destaques que serão avaliados no próximo dia 28 de junho.

2 comentários:

  1. Jaba...

    A Constituição prevê sigilo quando é do interesse do estado e da sociedade?
    Pois bem, D. Ideli poderia explicar pq. o governo tenta dar aparências de democracia ao Brasil quando as decisões de interesse da quadrilha governamental no poder, seus asseclas e interesseiros empresários são de caráter sigiloso. Pq. o sigilo se são tão honestos e decentes os petralhas?
    A qual sociedade ela se refere, que tem interesse nestas obras? A sociedade dos poetas mortos?
    Eles agem como se todos neste país fossem deficientes intelectuais e interesseiros, ou seja, da mesma laia daqueles que os elegeram. O que mais me incomoda é ser roubado com a anuência de todos os orgãos que deveriam defender os reais interesses de quem sustenta este amontoado de pessoas que chamam de país.
    O país se afunda cada vez mais na lama enquanto MP's, PGR, e STF se prestam a discutir direitos de minorias anormais.
    Daqui a algum tempo quando a população esportista do Brasil, precisar de internação, lembraremos que o atendimento poderá se feito na arquibancadas dos estádios.
    OU então, os estádios da copa poderão servir ao governo paa aprisionar pessoas que, assim como nós, se opõem, à cretinice generalizada.
    Encerro com um poema..ou melhor,parte dele:
    "crinaça ama a terra em que nasceste, não verás país como este"..masi do que ufanista, esta poesia é um primor de ironia.

    Sicário

    ResponderExcluir
  2. olá sicário,
    se os neurônios não falham, a parte do poema a que fazes menção, refere-se ao soneto à pátria, de olavo bilac.
    quanto ao mais, tratando-se de sarney e collor a reclamarem sigilo eterno para documentos de estado, e a nova das relações institucionais, a dizer que ressalva os documentos da ditadura, fico a pensar em título para próxima matéria: país de escrotos e párias ou escrotos e párias do pais?!
    abs.,
    jaba

    p.s.: seu comentário vai lá para a página central.

    ResponderExcluir