Páginas

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Recordando algumas notícias que nos envergonharam e entristeceram e continuam nos envergonhando e entristecendo

- Operação Vaucher (PF): Máfia que desviava recursos do Turismo no Amapá, planejava fraudes em outros Estados, PB e SP, além da construção de um porto; os envolvidos ensinavam a superfaturar obras e a comprar ONGs para receber verbas; principais do esquema: Frederico Silva da Costa (secretario do Ministério do Turismo),  a ONG Ibrasi - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável, Luiz Gustavo Macado, diretor-executivo e a ONG Concetur, do Pastor Wladimir Silva Furtado.








- Verbas destinadas à recuperação da região serrana no Rio de Janeiro desviadas no ralo da corrupção; contas de Friburgo e Teresópolis bloqueadas.




- Obras no Maracanã, superfaturado, já feito algum ajuste para menos, paralisadas por conta de acordo não cumprido pelo Consórcio encarregado - Delta/Odebrecht/Andrade Gutierrez - e porque os funcionários recebiam até comida estragada.



- Pedestres vítimas de arrastão na orla da Lagoa, às 14h30m; percurso do grupo formado por oito adolescentes e três adultos: da escola de remo do Botafogo até Ipanema.


- Morte da adolescente Alessandra Aguilar (17) na fila da bilheteria do parque Glória Center, em Vargem Grande. Causa: um carrinho que se desprendeu de um brinquedo chamado Tufão, provocando morte instantânea da adolescente, ferindo mais noves pessoas, duas em estado grave. A dona do parque, que funcionava sem alvará da prefeitura, responderá por homicídio doloso.


- Máfia das Vans já tramava morte da juíza Patrícia Aciolli, assassinada com 21 tiros, aquela a quem o Tribunal de Justiça do Rio entendeu não haver necessidade de manter ou reforçar a sua segurança. A PF disso já avisara em 2009, fato que fora registrado judicialmente naquele Tribunal.

- Ônibus é seqüestrado na Avenida Brasil, terminando com 4 feridos e investigações acerca da operação policial.

_________________________________________________

Bom, chega de notícias ruins passadas, notadamente aqui do Rio, e nem falo de UPA's, UPPP's e entrega da saúde ao setor privado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário