Páginas

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

CCJ do Senado aprova a ignóbil Comissão da Verdade

Matéria do Estadão:
_________________________

CCJ aprova criação da Comissão da Verdade

ANDREA JUBÉ VIANNA - Agência Estado
19 de outubro de 2011 | 14h 53
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje o parecer do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) ao projeto de lei do Executivo que cria a Comissão da Verdade, que investigará graves violações de direitos humanos, ocorridas no período de 1946 a 1988. O líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), anunciou que vai pedir que o projeto tramite em regime de urgência, seguindo diretamente ao plenário. Jucá tem o apoio de todos os líderes partidários, da base aliada e da oposição.
O tucano manteve o texto aprovado pelos deputados, que teve a redação final costurada na Câmara com os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e dos Direitos Humanos, Maria do Rosário. O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) deve apresentar uma emenda para ampliar o prazo dos trabalhos da comissão, que será de apenas dois anos. E o senador Pedro Taques (PDT-MT) contesta a abertura para que um membro das Forças Armadas, eventualmente, seja indicado para compor a comissão. Taques promete apresentar emenda para proibir que militares integrem a comissão.
Aloysio cogitou restringir o prazo de investigação para o período do regime militar, de 1964 a 1985, mas preferiu manter a versão da Câmara, que preservou o texto original do Executivo. Entidades da sociedade civil de defesa dos direitos humanos alegam que o período - 1946 a 1988 - é muito abrangente e pode dispersar o trabalho da comissão.
_________________________

4 comentários:

  1. OLÁ JABA.

    COMISSÃO DA VERDADE! É MELHOR CONTAR OUTRA.

    AO INVÉS DE COMISSAO DEVERIA SER COMISSÃO DE 20%.

    ABS DO BETOCRITICA

    ResponderExcluir
  2. OLÁ JABA.

    DE QIANTO SERÁ A COMISSÃO? 10,20,30 OU 50%

    ABS DO BETO.

    ResponderExcluir
  3. Olá Beto,
    A ignomínia segue o seu curso, qualquer que seja o percentual de "comissão"; cabe a "nosotros" fulminá-la.
    Estive ausente por um período - o que peço desculpas - porquanto estava em guerra com os homens de branco, paralelo com o filmeco "MIB" Homens de Preto, que mais parece exame de laboratório.
    No meu caso foi com os homens de jaleco "MIJ"; felizmente terminou em empate. Os caras acham que têm um às na manga, mas tenho o meu coringa.
    Durante esse período, lembrei de uma lição antiga, algo parecido com isso: "Se a vida vos derrubar, tens a escolha de vos levantar."
    Em termos políticos, poderia ser assim: "Se o poder derruba o País, o País tem a escolha de derrubá-lo." Parece uma boa mensagem.
    É sempre bom falar com você.
    Forte abraço,

    ResponderExcluir