Páginas

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Piada em foco

Matéria do Estadão:
_________________________

PF abrirá inquérito para investigar denúncias contra Ministério do Esporte

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que determinará a investigação de denúncias de pagamento de propina; Dilma evitou falar sobre situação de Orlando Silva

17 de outubro de 2011 | 10h 41

Bruno Boghossian e Tânia Monteiro, de O Estado de S.Paulo

O Ministério da Justiça vai determinar à Polícia Federal que abra inquérito para investigar as denúncias de pagamento de propina no Ministério do Esporte. Segundo o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a decisão foi tomada a partir de um pedido do ministro do Esporte, Orlando Silva, citado como beneficiário de um esquema de corrupção relatado pelo policial militar João Dias, revelado pela revista Veja.
Cardozo destacou que Orlando Silva se dispôs a abrir seus sigilos telefônicos e bancários para contribuir com a investigação. "Obviamente, este gesto nos ajuda na medida em que há uma intenção clara do ministro em uma apuração, que será feita de forma rigorosa e aprofundada pelos órgãos da PF que serão responsáveis pelo caso", afirmou Cardozo nesta segunda-feira, 17. O ministro da Justiça acrescentou que o PM que fez a denúncia será ouvido pela PF.
O militar João Dias, e ex-militante do PC do B, mesmo partido do ministro, comanda a Associação João Dias de Kung Fu e é presidente da Federação Brasiliense da modalidade. As duas entidades firmaram convênios com o Ministério do Esporte. Segundo Dias, o esquema existe desde a gestão de Agnelo Queiroz, atual governador do Distrito Federal, quando Orlando respondia pela secretária executiva do ministério.
Orlando Silva rebateu as críticas e afirma que se trata de jogo político contra ele. Já envolvido em denúncias de desvios de dinheiro público no ministério, Orlando Silva ficou em situação delicada no governo. Nesta segunda, na África do Sul, a presidente Dilma Rousseff não quis responder perguntas da imprensa brasileira sobre o futuro do ministro.
_______________________

2 comentários:

  1. Jaba...

    Convenhamos, seria ingenuidade achar que Orlando Silva ( não o cantor) passaria a vida dele em Brasília se alimentando de tapioca.
    Chegaria uma hora em que ele enjoaria e ele enjoou.
    Talvez o desinformado ministro que usou o cartão corporativo por engano e segundo dizem, devolveu o dinheiro gasto sem saber, talvez também por engano tenha recolhido alguns milhões do cofre público. Diz o ditado que "quem rouba uma tapioca, rouba um milhão, ou dois, ou tres, ou quatro...". Tá, tudo bem, o ditado não este mas fiz uma versão mais atualizada.
    O sinistro da justiça vermelha ( aos amigos tudo!)cuja cabeça parece uma alegoria carnavalesca, uma cabeça de boneco do carnaval de Olinda, divulga que Orlando Silva põe à disposição seus extratos bancários e outros documentos como se isto fosse um favor, quando deveria ser uma obrigação. Se Orlando Silva fosse quem afirmam ser, não entregaria à PF seus dados bancários, os entregaria a revista Veja para comprovar que é não é mais um cãodidato a membro da quadrilha de Lula Babá.
    Neste instante, o hilário W. Bonner afirma que a comissão de ética (rsrsrsrsrs piada do ano) da presidência da república, quer explicações do ministro em 10 (dez) dias...
    Cá entre nós... ética no PT? Em 10 dias Orlando Silva pode deixar as cuecas tão limpas que a tal comissão vai pensar que elas são novas.
    Da forma como a coisa anda e o emburrecimento jornalístico brasileiro, mais um pouco vai ter cotas para petistas e governistas integrar programas de humor.
    Putz, está cada vez mais difícil viver no Brasil.

    abs,

    Sicário

    ResponderExcluir
  2. Olá Sicário,
    A grande piada da matéria não é a determinação da PF investigar o sujeito, a mando do outro sujeito que se encontra no MJ, porque dali tudo se investiga, diante da surpresa reprovável já agora da continuidade, e fica tudo na mesma, com explicações posteriores na Casa do Corrupção, até porque, se a Comissão de Ética (?) - podia ser de energúmenos - for aquela a que a minha vida a ti Pertence, aí é que nada anda mesmo.
    A grande piada é o sujeito oferecer a quebra de sigilo aos seus dados bancários e telefônicos.
    Salvo sendo um perfeito idiota de lá nada será encontrado, porquanto não se deposita fruto da corrupção e nem dela se fala ao telefone.
    O tal do Bonner, com sua amada, já perdi no tempo o tempo que não os assisto.
    Abs.,

    ResponderExcluir