Páginas

sábado, 21 de abril de 2012

Briga entre togas

A matéria, que sugeriu o título, vem do Jornal Extra, Alagoas.
A foto é do juiz ameaçado de morte.
A turma das togas tem lá, também, o seu espírito assassino.
_________________________

Após o jornal Extra mostrar, com exclusividade, o plano de morte- articulado por um desembargador do Tribunal de Justiça- contra o juiz da 4ª Vara Cível de Maceió, Marcelo Tadeu, o Conselho de Segurança do TJ encaminha, na próxima, ao Conselho Nacional de Justiça, pedido para que a Polícia Federal assuma as investigações do caso- hoje nas mãos da Polícia Civil de Alagoas.
“No mínimo esse caso precisa ser investigado, com todas as exigências legais cabíveis”, disse o integrante do Conselho de Segurança do TJ, desembargador Tutmés Airan.
A Comissão de Direitos Humanos, da Assembleia Legislativa, articula um encontro entre o juiz Marcelo Tadeu e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que foi informado das ameaças.
“Este caso é emblemático e não pode ficar à deriva. Há um cidadão com a vida ameaçada e isso precisa ser denunciado”, disse o presidente da comissão, deputado Judson Cabral (PT).
Os coordenadores nacional e estadual do Movimento Contra Corrupção Eleitoral (MCCE), cobraram publicamente às autoridades do Estado maior rigor na apuração do atentado.
Uma semana após as informações, divulgadas pelo jornal Extra, sobre os detalhes do plano para matar o juiz- e que foram enviadas, do Ministério Público Federal em Alagoas para a Procuradoria Geral da República, em Brasília- o assunto despertou a atenção das imprensa local e nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário