Páginas

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Comentários do Sicário em "Hipocrisia em curso: A memória não se apaga"

Flavio...

Ainda hoje li a notícia de que um grupo de “escracho” identificou a residência de um militar reformado acusado de torturar certa autoridade do Brasil do PT. Não foi a primeira e tampouco será ao última ação dos cabeças feitas.
Se o governo federal, os governos estaduais e outras pseudo autoridades não coíbem tais ações é pouco provável que queiram buscar uma reconciliação. Este grupos de marginais possuem tantas informações que acredito que o governo além de não coibir ainda incentiva os atos.
Por mais que os membros da dita comissão venham afirmar que apenas querem investigar a verdade, todos sabemos quem é o “patrão” deles, quem os nomeou. Se quem manda é o desgoverno, me parece obvio que os indicados obedecerão e cumprirão as determinações do patrão.
Não vou comentar as indicações por ser desnecessário maiores comentários sobre o monstro que é gestado há décadas pela esquerda corruPTa e derrotada, quero apenas me ater à frase:
Comissão é 'busca de reconciliação nacional, doa a quem doer', diz Dipp

Já na declaração começam as mentiras ou inverdades, tanto faz. Como pode alguém que fará parte de uma comissão que analisará unilateralmente os fatos falar em reconciliação? 
A comissão por ser unilateral e os argumentos para a instalação já não são motivos para gerar discórdia?

A aplicação da lei do aborto para anencéfalos poderia ser aplicada já na comissão da verdade porque ela nasce sem cérebro.


Abs.

Sicário

Um comentário:

  1. Olá Sicário,
    A deformação cerebral dos passados atuais energúmenos, que já contaminou manipuláveis cérebros outros afetados, bem que poderia ser abortada pela Turma do Supremo.
    Conheci um professor de artes marciais, Xing Xong Matonaboa que, se ainda vivo, seria bom reforço, em certas circunstâncias, para trazer um pouco de ordem.
    Abs.,

    ResponderExcluir