Páginas

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Mensalão, Lewandowski, Paulo Cunha, SMP&B



A sessão de ontem do Supremo, foi inteiramente dedicada à leitura do longo e cansativo, para não dizer, vergonhoso voto do Revisor quanto às acusações formuladas pelo MPF contra João Paulo Cunha, quando no exercício da presidência da Câmara dos Deputados, durante a qual teria recebido dinheiro para favorecer a SMP&B em licitações que ali seriam realizadas, o qual, ao final, mereceu do Revisor proposta de absolvição criminal, extensiva, por razões óbvias, à turma da propaganda.

Assistindo-se "à leitura do voto", tal como o ocorrido na questão de ordem que antecedeu ao início do julgamento, o voto mostrou-se mais um prolongamento das sustentações orais das defesas do que o posicionamento de um julgador propriamente dito, o que deverá render novo episódio, como antecipado pelo Relator, que já avisou reservará parte inicial da próxima sessão "para prestar esclarecimentos ao Revisor", por conta "das provas", o qual, por sua vez, disse que não participará da sessão, caso não possa rediscutir a sua posição com o Relator, no que chamou de tréplica - isto mais parece posição de advogados defendendo a seus clientes do que de magistrados ...

Do jeito que andam as coisas, o processo sugere contornos cujos únicos beneficiários serão os réus, no prenunciado eterno embate entre os "expoentes" do julgamento, prejudicando até o conhecimento do voto do Ministro Peluso, que deverá deixar a Corte nos próximos dias, por conta da compulsória aposentadoria.

Aliás onde reside ou residiria a lógica de se afastar um juiz, no meio de um julgamento, já com conhecimento do processo, por conta de uma aposentadoria compulsória que, por razões  também de lógica, não implica, automaticamente, na demência jurídica???

Aliás onde, também, reside ou residiria a lógica de um extenso voto do revisor de um processo para, simplesmente, acompanhar, ao seu final, o relator, como aconteceu na sessão do dia 22, relativamente ao caso Visanet??? Pretensões de prima donna???

- É NÓIS AÍ MANO, TÁ LIGADO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário