Páginas

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Mensalão - Rol de condenados



Apesar do meu ceticismo e da "por ora agradável surpresa" com a turma das togas, no condenar uma cambada de bandidos, segue o rol dos até agora condenados:

I. Câmara dos Deputados/SMP&B, favorecimento em licitações:

João Paulo Cunha
Corrupção passiva
Peculato
Lavagem de dinheiro
Marcos Valério
Corrupção ativa
Peculato

Ramon Hollerbach
Corrupção ativa
Peculato

Cristiano Paz
Corrupção ativa
Peculato


II. Banco do Brasil/DNA, bônus volume, desvio de R$ 2,9 milhões:

Henrique Pizzolato
Peculato
Marcos Valério
Peculato
Ramon Hollerbach
Peculato
Cristiano Paz
Peculato

III. Banco do Brasil/Fundo Visanet, desvio de R$ 73,8 milhões por serviços nunca prestados:

Henrique Pizzolato
Corrupção passiva
Peculato
Lavagem de dinheiro
Marcos Valério
Corrupção ativa
Peculato

Ramon Hollerbach
Corrupção ativa
Peculato

Cristiano Paz
Corrupção ativa
Peculato


IV. Diretoria do Banco Rural. Empréstimo de R$ 32 milhões ao PT e às agências de Marcos Valério.

Kátia Rabello
Gestão fraudulenta
José Roberto Salgado
Gestão fraudulenta
Vinicius Samarane
Gestão fraudulenta

V. Banco Rural/Marcos Valério e sua turma/ Movimentação de recursos sem identificação dos destinatários:

Marcos Valério
Lavagem de dinheiro
Ramon Hollerbach
Lavagem de dinheiro
Cristiano Paz
Lavagem de dinheiro
Rogério Tolentino
Lavagem de dinheiro
Simone Vasconcelos
Lavagem de dinheiro
Kátia Rabello
Lavagem de dinheiro
José Roberto Salgado
Lavagem de dinheiro
Vinicius Samarane
Lavagem de dinheiro


VI. PT. Compra de votos na Câmara dos Deputados:

Pedro Corrêa : ex-deputado federal  PP
Corrupção passiva
Formação de quadrilha
Lavagem de dinheiro
Pedro Henry:  deputado federal  PP
Corrupção passiva

Lavagem de dinheiro
João Cláudio Genu: ex-assessor  PP
Corrupção passiva
Formação de quadrilha
Lavagem de dinheiro
Enivaldo  Quadrado: Bônus Banval

Formação de quadrilha
Lavagem de dinheiro
Breno Fischberg: Bônus Banval


Lavagem de dinheiro
Valdemar Costa Neto: deputado federal  PR
Corrupção passiva
Formação de quadrilha
Lavagem de dinheiro
Jacinto Lamas: ex-tesoureiro PL
Corrupção passiva
Formação de quadrilha
Lavagem de dinheiro
Carlos (Bispo) Rodrigues: ex-deputado federal  PL
Corrupção passiva

Lavagem de dinheiro
Roberto Jefferson: ex-deputado federal  PTB
Corrupção passiva

Lavagem de dinheiro
Emerson Palmieri: ex-dirigente PTB
Corrupção passiva

Lavagem de dinheiro
Romeu Queiroz: ex-deputado federal  PTB
Corrupção passiva

Lavagem de dinheiro
José Borba: ex-deputado federal  PMDB
Corrupção passiva




* José Borba foi condenado e absolvido pelo crime de lavagem de dinheiro pelo mesmo número de votos: 5. A condenação ou absolvição está pendente até que que algum ministro altere o seu voto ou se mantenha o entendimento do ministro presidente, pela condenação, como sustentam alguns, ou pela absolvição, como sustentam outros, presente, aqui, o entendimento de que o empate na votação favorece ao réu.

Na sessão de logo mais no Supremo será a vez do trio do PT - José Dirceu, Genoino e Delúbio Soares - acusados de formação de quadrilha e corrupção ativa - e, na seqüência, mais uma turma do PT - Paulo Rocha, Luiz Carlos da Silva e João Magno - embolsaram R$ 1,2 milhão no esquema de corrupção - e o ex-ministro Anderson Adauto, então do PL - embolsou R$ 950 mil.

Ao depois, Duda Mendonça e Zilmar Fernandes (sócia), acusados de receber R$ 11,2  milhões de origem ilegal, e de usarem o esquema de lavagem do Banco Rural para enviar R$ 9,8 milhões para o exterior - evasão de divisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário