Páginas

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Mensalão - Turma do PT Condenação ...



Voltando ao tema e ao blog, o direito se fez: Marco Aurélio, como Carmem Lúcia e Gilmar Mendes, condenaram a Zé Dirceu por corrupção ativa, formando, assim, a maioria no Supremo. Além disso, e mais: José Genoíno e Delúbio Soares, Marcos Valério e sua turma.

Eis a votação:

Joaquim Barbosa, relator – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus acusados de corrupção ativa;

Ricardo Lewandowski, revisor, o cara das toleimas – pela absolvição de Geiza Dias, Anderson Adauto, Rogério Tolentino, José Genoino e José Dirceu, e pela condenação dos demais réus;

Rosa Weber – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus;

Luiz Fux – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus;

Dias Toffoli – pela absolvição de Geiza Dias, Anderson Adauto, Rogério Tolentino e José Dirceu, e pela condenação dos demais réus (o cara que deveria ficar calado e ter vergonha; como o das toleimas, o Supremo precisa de uma faxina);

Cármen Lúcia – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus;

Gilmar Mendes – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus;

Marco Aurélio – pela absolvição de Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus.

Naquilo que já salientamos em outras linhas, disse Marco Aurélio: "Tivesse Delúbio a desenvoltura intelectual e material a ele atribuída certamente não seria apenas tesoureiro do partido, quem sabe tivesse chegado a um cargo muito maior. Apontar Delúbio, e ele parece concordar, como bode expiatório como se tivesse autonomia suficiente para levantar milhões de reais e distribuir esses milhões ele próprio definindo os destinatários sem conhecimento da cúpula do PT, subestima a inteligência mediana", 

Sendo seis (6) a condenarem a turma do PT e a do Marcos Valério, salvo "graça" até final julgamento, pode-se dizer: "já era", "adeus Zé Dirceu e turma".  Falta, apenas, "o nove dedos", que já deve estar à caminho "do desconhecido".

Seguem os dois "Zés":


Nenhum comentário:

Postar um comentário