Páginas

terça-feira, 5 de março de 2013

Sicário comenta "A vida real é uma merda" ...

Flávio...

Concordo plenamente que a vida real é uma merda e nós seres vivos e pensantes somos os grandes culpados por transformar nossa passagem neste planeta no lixo a que tentamos nos acostumar desviando os olhos ou pensando que o problema é dos outros. 

Estou tentando digerir o texto pq. quisera eu ter a metade da humanidade que existe nos cachorros. Humanos são desumanos.

A vida é simplicidade, honra e respeito...Lendo o texto lembrei de uma igreja, em Portugal, se não me engano, que é feita de ossos humanos e na entrada está escrito "nós que aqui estamos por vós esperamos." 

As pessoas precisam urgentemente parar de tentar descobrir de onde viemos para procurar enxergar para onde estamos indo. 

abs. 

Sicário

Olá Sicário,


A igreja é a Capela dos Ossos, fica em Évora, e paredes, colunas internas, mais o teto, são "formadas" por crânios e outros ossos dos monges então desenterrados - o cemitério, a época, fora desativado, erguendo-se a Capela com os referidos ossos.


Na porta da Capela consta a inscrição "cá - ou aqui - estão os nossos ossos esperando pelos vossos", o que renderia, penso, um belo "dedo". Apesar da degradação moral que tomou conta aqui do País, e em que pese o apreço que tenho pela terra dos patrícios, recuso, e já tinha recusado, o convite; meus ossos por aqui ficarão, porquanto mais valiosos e honrados do que a destruição dos princípios que assola aqui este "canto" chamado "Brasilis".


O "convite", porém, traz a lembrança ou recordação de que todos os ossos, salvo cremação, irão para o mesmo lugar, sejam ossos "podres" de espírito ou não, ainda havendo tempo, na conclusão de suas linhas, para que se curem da podridão que os consome.

A questão envolvendo o "sujeito" trouxe, realmente, tristeza. O cara era mais um a comprovar recente conquista do País: maior consumidor mundial de crack e, o segundo, de cocaína.


Falei disso no blog, em "País de drogados" e "Crack", além das postagens sobre o STF, liberando a marcha da maconha, e sobre uma turma de idiotas fazendo a apologia da droga, em Ipanema, devidamente "capitaneados pela Polícia Militar", consumindo da erva, com criança de colo. Creio, como dizem, que tô chovendo no molhado, não só eu como a turma que, no momento, me acompanhava; de comum, os cabelos brancos.


Mas continuo insistindo: a vida é simplicidade, honra e respeito, presentes ou não "os amigos caninos". Simplicidade, honra e respeito, forjam o caráter do homem.


Abs,

Nenhum comentário:

Postar um comentário