Páginas

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Extinto HC que pedia a liberdade do Delúbio Soares ...

Como se sabe, o papel é depósito de infinita utilidade, aceita qualquer coisa, tal como alguns argumentos estrambólicos, de péssimo português, deduzidos por advogado do Delúbio Soares, escritos à mão em folha de caderno, requerendo a sua liberdade, em sede de habeas corpus, perante o STJ, Tribunal, por sinal, incompetente para apreciar a estultice. Ei-los: 


Algumas pessoas que cometem crimes no Brasil 
são por falta de oportunidades. 
O país ainda é muito marginalizado, que com isso, 
pode trazer consequências pesadas para algumas decisões, 
inclusive a de Delúbio Soares.” 

Não há que se falar em formação de quadrilha, 
uma vez que é incompatível com as condutas dos acusados 
se juntarem para cometer crimes. 
A maior parte dos acusados são de regiões dispersas do Brasil. 
Como que um goiano terá tanta facilidade de se juntar
com um cearense para cometer crime de quadrilha?” 

O papel, realmente, aceita qualquer coisa, até o que se chama de merda escrita, como, também, aceita boa coisa, como a de parte do Presidente do STJ que indeferiu liminarmente o requerimento, extinguindo o HC (notícia de hoje, na página do STJ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário