Páginas

domingo, 13 de setembro de 2015

Imposto x Investimento ...

Talvez a proximidade provoque, por osmose, pérolas tais como - palavras do ministro fazenda - a de que o País vive "ressaca" ou a de que pagar imposto é investimento, a última, entre outras, a melhor delas, de dias atrás.
Gostaria de saber qual seria a taxa de retorno, além da diversificação da carteira "impostos", em aplicações nacionais e internacionais, para decidir se vale a pena investir nessa nova modalidade de investimento ou continuar alocando meu suado dinheiro em aplicações mais honestas, as que o mercado oferece.
Até hoje desconhecia que investir em bandido, mesmo não fazendo parte do nefasto grupo, proporcionaria bons retornos, como se diz, vivendo e aprendendo ... De ressaca, já estou há muito tempo ...
Como se sabe, a crise da falta de grana foi provocada por 13 anos de roubalheira e corrupção, somados à destruição das instituições e das principais empresas do País, além de exorbitantes gastos ideológicos, sejam aqui ou no exterior, chegando ao ponto de o País assumir, recentemente, a pecha de caloteiro, mau pagador. Até a Caixa, contra eles, está movendo processo, R$ 274 milhões. Falta  o Banco do Brasil, talvez, também, interesses outros ... Investidores de infra-estrutura já pensam em cair fora ...
O governo, corrupto e incompetente, junto com os políticos e não políticos, deve assumir o que praticou, devolvendo o dinheiro roubado, cumprindo seus deveres constitucionais e reduzindo drasticamente os seus gastos, não passando para a sociedade a conta de sua incompetência e de seus crimes. Guatemala surge como um bom exemplo, para se dar fim à contumaz vergonha e a falta de vergonha .. EUA e Suíça, na mesma linha. Talvez o STF tenha vergonha de si próprio ... Pedir muito?!
Executivo e Legislativo já perderam sua credibilidade, até o Supremo e o Eleitoral também não ficam para trás...
E por aqui vamos nós, na mesma tecla, e na mesma vergonha ...
Enquanto isso, o Supremo discute se o País se torna ou não um País de drogados, como se já não bastasse considerar constitucional, sob a justificativa da liberdade de expressão, a apologia ao consumo da droga, com a marcha da maconha ...


E tome aumento de impostos e CPMF mais uma vez, e mais drogas ... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário